sexta-feira, 5 de abril de 2013

PORTEIRA

Sentado a beira desta porteira
Um sentimento de paz me vagueia
Me disse assim com certeza 
Homem o amor é capaz.

Nunca estou sozinho
Finjo não perceber,o que me traz
Procuro nos frutos desta linda mangueira
O reflexo de que o bem estar a todos  a 
natureza traz...
Com o olhar fixo nesta mata verdejante,
Ouvindo os pássaros vindo a cantar
O que será que estar por vir!
Neste canto que aqui me fez sentar.



Nenhum comentário:

Postar um comentário